Abaixo-assinado online pede suspensão de licitação da adutora Zabumbão-Boquira

Abaixo-assinado online pede suspensão de licitação da adutora Zabumbão-Boquira
Foto: Arquivo/Focado em Você

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Paramirim e Santo Onofre (CBHPASO), Anselmo Caires, lançou um abaixo-assinado online, nessa segunda-feira (6), com o objetivo de “mostrar ao Governo da Bahia que a sociedade é contra a adutora do Zabumbão e a favor da barragem do Rio da Caixa”.

Ao Paramirim Agora, ele afirmou que tomou a iniciativa “como pessoa física, cidadão de Paramirim”, por entender que a construção do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) Boquira/Zabumbão é “tecnicamente inviável”.

“Todos nós sabemos que, nos períodos de seca, o Zabumbão atinge níveis baixíssimos. Pouco tempo atrás estava no volume morto. Se a adutora for construída, há risco de racionamento de água nos municípios de Paramirim, Caturama, Botuporã e Tanque Novo, onde cerca de 60 mil pessoas são atendidas. Além dos municípios atuais, a água seria levada para Boquira, Macaúbas, Ibipitanga, Rio do Pires, algumas localidades de Ibitiara e, futuramente, também para Oliveira dos Brejinhos, passando a atender uma população total de 100.056 habitantes em início de plano e 173.677 habitantes até o ano de 2041.”

Conforme noticiamos no último sábado (4), um consórcio formado por duas empresas venceu a licitação para construir a obra, que terá custo de R$ 186.456.980,57 e prazo de execução de 540 dias corridos.

Para Caires, a obra não é a melhor alternativa para solucionar o problema da falta de água nos municípios vizinhos.

“Nós entendemos que há uma solução para resolver o problema da seca sem que ninguém fique prejudicado: a construção da barragem do Rio da Caixa, uma obra muito mais barata e segura, que beneficiaria todos os municípios pretendidos”, disse.

A petição pode ser acessada por este link: https://chng.it/XJfy2QnZG2.

Via Paramirim Agora

Compartilhe esse conteúdo com outras pessoas.

Deixe um comentário